PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Premiê da Holanda quer expulsar Hungria da União Europeia

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Hungria rejeitou as críticas à lei e garantiu que defende os homossexuais.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Mark Rutte, primeiro-ministro interino da Holanda, teceu duras críticas, nesta quinta-feira (24), à Hungria após a aprovação pelo Parlamento de uma lei que proíbe a promoção de homossexualidade nas escolas e na imprensa.

Para mim, a Hungria não tem mais um lugar na UE“, afirmou Rutte.

A declaração foi feita pelo premiê ao chegar à cúpula que os chefes de Estado e de governo do bloco, em Bruxelas, na Bélgica.

Estou envergonhado, fico envergonhado quando me sento à mesa com ele“, acrescentou Rutte em referência ao primeiro-ministro húngaro, Viktor Orbán.

No entanto, Rutte reconheceu que não pode “expulsar” a Hungria da UE por conta própria. “Nem mesmo os outros 26 países-membros podem“, acrescentou ele.

Por sua vez, Orbán rejeitou as críticas à lei e garantiu que é um “defensor” dos direitos dos homossexuais.

Temos uma lei de defesa dos direitos das crianças e dos pais“, afirmou Orbán ao chegar à cúpula da UE.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.