Português   English   Español

Premiê da Itália promete acabar com imigração excessiva

O novo primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, apoiado pelo antissistema Movimento 5 Estrelas (M5S) e a direita Liga, tomou posse nesta terça-feira (5).

Em seu discurso de posse, ele prometeu que acabará “com o negócio da imigração, que cresceu de maneira excessiva sob uma falsa solidariedade”.

Giuseppe Conte foi enumerando as medidas que seu Governo adotará como a introdução da renda às pessoas sem trabalho, e o imposto plano, além da abolição dos salários vitalícios dos políticos.

O novo primeiro-ministro afirmou que a gestão dos fluxos da imigração por parte da Europa “foi um fracasso devido aos fechamentos egoístas dos Estados” e que fizeram recair a responsabilidade só em alguns países, sobretudo na Itália.

De acordo com informações do BOL:

Por isso, Conte antecipou que pedirá “com força” na Europa “a superação do tratado de Dublin” e também o “princípio de justa partilha e de sistemas realocação automática dos imigrantes com direito ao asilo”.

“Não seremos racistas, nunca”, disse Conte, que ressaltou que “não se pode deixar somente a Itália perante este desafio”.

“Queremos que os procedimentos para conceder o status de refugiado sejam justos e velozes para poder defender os direitos destas pessoas e não deixá-las na incerteza”, acrescentou.

E garantiu que a Itália defenderá quem chegará legalmente e se integrará nas comunidades dando uma contribuição “valiosa”.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter