- PUBLICIDADE -

Premiê de Israel defende lei de identidade judaica

- PUBLICIDADE -

O primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu defendeu nesta quinta-feira (12) o projeto de lei sobre a identidade judaica de Israel ao considerar que “a maioria tem direito” e “governa”.

O premiê de Israel declarou durante o memorial do líder sionista Ze’ev Jabotinsky:

Na democracia israelense, continuaremos protegendo os direitos de ambos, indivíduos e coletivos, que estão garantidos. Mas a maioria tem direito também, a maioria governa.

E acrescentou:

A imensa maioria do povo quer preservar o caráter judaico de nosso país para as gerações vindouras.

O projeto de lei de “Estado-nação” desenvolve a identidade judaica do país, introduzindo pela primeira vez esta questão em uma lei básica que também estabeleceria o direito à autodeterminação exclusivamente do coletivo judeu.

A consideração de Israel como “Estado-nação judeu” foi evitada na Declaração de Independência de 1948 pela oposição de algumas correntes do judaísmo.

 

Com informações do BOL
PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -