Português   English   Español

Premiê de Israel diz que Irã quer um novo holocausto

netanyahu-puitn

Em visita a Moscou nesta quarta-feira (9), o primeiro-ministro de Israel não poupou palavras para denunciar o comportamento do regime islâmico do Irã.

Durante o encontro com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu denunciou que o Irã está tentando “cometer outro Holocausto”.

O premiê israelense assistiu ao lado de outros líderes estrangeiros à Parada da Vitória, dedicada à comemoração do 73º aniversário da vitória sobre a Alemanha nazista.

“Nós, em Israel, nunca esquecemos o tremendo sacrifício do povo russo e o sacrifício do Exército Vermelho em derrotar o monstro nazista”, disse Netanyahu.

O líder de Israel acrescentou:

Não esquecemos da grande lição sobre a necessidade de enfrentar a ideologia assassina enquanto há tempo. É difícil acreditar, mas 73 anos depois do Holocausto há um país no Oriente Médio, o Irã, que está pedindo a destruição de seis milhões de judeus.

De acordo com informações do Gospel Prime:

Netanyahu chegou a Moscou para uma conversa urgente no Kremlin sobre a tentativa do Irã de se estabelecer militarmente na Síria. A Rússia é um conhecido aliado de Teerã e Damasco e condenou os recentes ataques aéreos israelenses contra alvos iranianos e sírios na Síria.

Jerusalém vem tentando impedir que o Irã estabeleça bases avançadas em território sírio que possam ser usadas para ataques com mísseis contra Israel, além de evitar que armas avançadas e foguetes sejam entregues ao grupo terrorista Hezbollah, sustentado por Teerã.

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe seu comentário

Veja também...