Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Premiê da Hungria diz que migração em massa ameaça às mulheres

COMPARTILHE

O primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orbán, disse que “a Europa está lotada” e que, após as vitórias dos partidos pró-soberania nas últimas eleições, a União Europeia não pode mais “enterrar a cabeça na areia” para a rejeição das pessoas contra a migração em massa.

O líder da Hungria alertou para o perigo do terrorismo e elevação da criminalidade associados à migração em massa. Ele advertiu que  as “mulheres estão em perigo” e criticou a “censura de notícias sobre migração, terrorismo e violência contra mulheres ”na Europa Ocidental.

O primeiro-ministro conservador disse aos ouvintes em entrevista de rádio que ele rejeita fundamentalmente as propostas migratórias apresentadas na cúpula do Conselho da UE na semana passada “porque a proposta visa a admissão e distribuição de imigrantes” pelo continente.

Viktor Orbán declarou:

A Europa está lotada. Suas fronteiras externas devem ser defendidas, e os migrantes não devem ser trazidos – eles devem ser mantidos fora da Europa. Se defendermos as fronteiras e não houver infiltração, não haverá ninguém para distribuir, e podemos deixar essa disputa para trás.

 

Com informações de: [Breitbart]

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE