- PUBLICIDADE -

Prêmio Nobel da Paz é alvo de novas acusações na Justiça do Mianmar

Prêmio Nobel da Paz é alvo de novas acusações na Justiça do Mianmar

Suu Kyi não é vista em público desde que foi presa em 1º de fevereiro durante o golpe militar.

- PUBLICIDADE -

A Justiça de Mianmar apresentou, nesta segunda-feira (1º), duas novas acusações contra Aung San Suu Kyi, líder do partido Liga Nacional pela Democracia (NLD).

Vencedora do prêmio Nobel da Paz em 1991, a líder comandou o país até o golpe militar de 1º de fevereiro.

Suu Kyi está sendo acusada de publicar informações que poderiam “causar medo ou alarme” e de perturbar a “tranquilidade pública”.

Ela já responde processo na Justiça do Mianmar por importação ilegal de rádios de comunicação e por violar a Lei de Gestão de Desastres Naturais.

A audiência aconteceu  por videoconferência.

Suu Kyi não é vista em público desde que foi presa em 1º de fevereiro, junto com outros políticos do seu partido, em meio ao golpe de Estado promovido por militares.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -