- PUBLICIDADE -

Preocupado com a PF, editor-executivo do Intercept ataca Moro

Preocupado com a PF, editor-executivo do Intercept ataca Moro
- PUBLICIDADE -

“Moro virou político em busca de um foro privilegiado pra poder falar impunemente em público as coisas que dizia antes em chats secretos”, disse Demori.

O editor-executivo do site panfletário Intercept, Leandro Demori, partiu para o ataque contra o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, em publicações na rede social Twitter, na tarde desta quarta-feira (24).

Algumas horas antes das mensagens de Demori, Moro elogiou o trabalho da PF e criticou os divulgadores de “mensagens obtidas por crime”.

“Nunca falamos sobre a fonte. Essa acusação de que esses supostos criminosos presos agora são nossa fonte fica por sua conta”, escreveu Demori em resposta ao tuíte de Moro celebrando a Operação Spoofing, da Polícia Federal (PF).

Em uma mensagem seguinte, Demori voltou a atacar o ministro da Justiça do governo Jair Bolsonaro:

Menos de uma hora após as mensagens publicadas por Demori, o jornalista Cláudio Dantas, em O Antagonista, disse que o hacker Walter Delgatti Neto admitiu ser o responsável pelo hackeamento de mensagens de autoridades brasileiro e aceitou colaborar com as investigações.

Delgatti Neto permitiu que a PF tivesse acesso a todos os seus arquivos armazenados em nuvem e confirmou aos investigadores que o material divulgado pelo site panfletário Intercept é fruto do ataque cibernético.

Assim como Demori, outros membros da equipe do Intercept estão demonstrando muita preocupação com a investigação da PF.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -