Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Presidenciável da Argentina debocha da Justiça do Brasil

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Presidenciável da Argentina debocha da Justiça do Brasil
COMPARTILHE

Vitória nas primárias cacifou Fernández para eleger-se presidente nas eleições de outubro. Apoio ao condenado Lula é irrestrito.

Lideranças esquerdistas da Argentina divulgaram, na segunda-feira (19), um manifesto em defesa da libertação do ex-presidente Lula da Silva, condenado e preso na Operação Lava Jato há 500 dias.

Entre os signatários estão a ex-presidente Cristina Kirchner, membro do Foro de São Paulo, e o candidato à presidência Alberto Fernández, que classificou o presidente da República, Jair Bolsonaro, como um racista.

Fazem parte do abaixo-assinado também a líder das Avós da Praça de Maio, Estela de Carlotto, o ex-ministro da Fazenda, Axel Kiciloff, e o ex-candidato à presidência Sergio Massa, entre outros senadores, deputados, sindicalistas, professores, jornalistas e artistas, informa o jornal Estado de Minas.

Durante a campanha para as eleições primárias, que venceu com uma vantagem de 15 pontos para o presidente Mauricio Macri, Fernández visitou Lula na prisão em Curitiba e defendeu sua libertação.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram