Português   English   Español

Presidente da África do Sul acusado de corrupção

O presidente da África do Sul, Cyril Ramaphosa, foi acusado pela oposição de receber doação de uma empresa suspeita de corrupção durante sua campanha.

Cyril Ramaphosa prometeu devolver o dinheiro, mas a Aliança Democrática afirma que ele enganou o Parlamento e exige uma investigação.

As acusações se referem a transferências feitas pelo antigo diretor-executivo da African Global Operations.

A empresa é responsável pela gestão de edifícios e é acusada de obter concessões estatais mediante pagamento de propina a políticos.

As transferências chegam a US$ 35 mil e foram depositadas como um pagamento a um dos filhos do presidente da África do Sul.

No dia 6 de novembro, Ramaphosa explicou que se tratava de um pagamento legal por serviços de consultoria contratados por seu filho, Andile.

Entretanto, dez dias depois, ele enviou uma carta ao Parlamento afirmando que os fundos foram uma doação da qual ele não tinha conhecimento para sua campanha pela liderança do Congresso Nacional Africano (CNA).

 

Adaptado da fonte UOL

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter