Presidente da Argentina sofre duro revés eleitoral

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

A coalizão de direita “Juntos por el Cambio” obteve um bom resultado.

O governo da Argentina sofreu, neste domingo (12), um forte revés nas eleições primárias legislativas.

O cenário é praticamente irreversível para o grupo liderado pelo esquerdista Alberto Fernández

Com mais de 98% dos votos contabilizados, a coalizão de direita “Juntos por el Cambio” obteve 40,2% dos votos nas primárias legislativas para deputados na Argentina. 

A aliança peronista “Frente de Todos” obteve 31,3%

Na eleição para o Senado, que ocorre apenas em algumas regiões do território argentino, a diferença foi maior: 40,47% para os conservadores, contra 27,79% dos governistas.

Em resumo, a dimensão da derrota enterra o objetivo de Fernández de controlar o Congresso e se traduz em uma reprovação da gestão do presidente na metade do seu mandato.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.