- PUBLICIDADE -

Presidente da Bielorrússia indica vodca contra novo coronavírus

Presidente da Bielorrússia indica vodca contra novo coronavírus
- PUBLICIDADE -

Crítico do isolamento absoluto por causa do coronavírus, Lukashenko participou de uma partida de hóquei no gelo no último sábado (28).

Alexander Lukashenko, presidente da Bielorrússia, tem insistido em uma tese original no combate ao novo coronavírus: um tratamento à base de vodca e idas à sauna. 

Lukashenko, que está a frente do Executivo do país há 26 anos, acredita que essas medidas são eficazes no combate à pandemia de Covid-19.

O mandatário bielorrusso tem acusado os países que adotaram políticas de isolamento como vítimas de uma “psicose”.

Ele tem insistido para que os cerca de 9,5 milhões de habitantes do país do Leste Europeu continuem a trabalhar normalmente.

“É melhor morrer de pé do que viver de joelhos. Não tem vírus aqui. Eu não estou vendo (os vírus)”, disse Lukashenko, afirmando que a prática esportiva é o melhor remédio contra o coronavírus, segundo o portal Terra.

“As pessoas não deveriam apenas lavar suas mãos com vodca, mas também envenenar o vírus com ela. Vocês deveriam beber o equivalente a 40-50 mililitros de álcool por dia. Mas não no trabalho”, acrescentou o presidente.

“Quando você sair da sauna, não apenas lave as mãos, mas também tome 100 ml de vodca”, completou Lukashenko.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -