Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Presidente da comissão da reforma defende afastamento de Moro

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Presidente da comissão da reforma defende afastamento de Moro

“Acho que o Moro juiz indicaria ao Moro ministro o afastamento até esclarecer os fatos”, disse o deputado Marcelo Ramos.

O presidente da comissão especial da reforma da Previdência, deputado Marcelo Ramos (PL-AM), afirmou que o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, deveria se afastar voluntariamente do cargo.

Segundo o parlamentar do Centrão, Ramos disse que Moro deveria se afastar do governo do presidente Jair Bolsonaro até que se esclareça a suposta colaboração entre o então juiz e procuradores da Lava Jato, noticiada em reportagens do site The Intercept.

Em entrevista à agência Reuters, Ramos declarou:

“Diferente dele [Moro], não adequo minha interpretação da lei conforme o acusado. Não vejo nenhuma imposição constitucional que justifique o afastamento. Mas penso que, como refém do próprio discurso, ele deveria pedir afastamento voluntário.”

O deputado do PL acrescentou:

“Acho que o Moro juiz indicaria ao Moro ministro o afastamento até esclarecer os fatos.”

Em conversa com jornalistas, nesta segunda-feira (10), o ministro negou qualquer irregularidade nas supostas trocas de mensagens e disse que não podia confirmar se elas eram autênticas, porque, segundo ele, são coisas que, se aconteceram, ocorreram anos atrás.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias