Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Presidente da Huawei volta a comentar sobre 5G no Brasil

Leilão do 5G no Brasil pode ser o maior do mundo
COMPARTILHE

Huawei é alvo de uma disputa global entre EUA e China sobre a implementação do 5G.

A gigante tecnológica Huawei, da China, corre o risco de ser banida do fornecimento de equipamentos para as redes de 5G no Brasil por causa dos riscos à segurança nacional.

Sun Baocheng, 43 anos, é o presidente da Huawei no Brasil.

Neste final de semana, Baocheng concedeu entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, na qual afirmou que sua companhia oferecerá um valor mais aceitável ao governo Jair Bolsonaro:

“O leilão só vai acontecer no ano que vem. Os operadores que decidirão quais fornecedores vão contratar, mas a Huawei vai prestar a solução com o melhor custo benefício.”

Ele também comentou sobre o discurso do presidente da República, Jair Bolsonaro, durante a Assembleia-Geral das Nações Unidas (ONU):

“Estou ciente da palestra de Bolsonaro na Assembleia Geral da ONU. Ele mencionou o 5G. Ele disse que qualquer empresa tem de respeitar a soberania digital, a proteção dos dados e da privacidade dos usuários. Acho que esse padrão é muito certo. Se existe esse padrão a Huawei vai respeitar.”

Questionado sobre se acredita que haverá algum tipo de sanção comercial da China contra o Brasil caso a Huawei sofra restrições, Baocheng declarou:

“O Brasil é um mercado livre e justo, algo muito importante para a economia, não só para o mercado, para todas as multinacionais. O Brasil não deve escolher os EUA, nem escolher a China, tem de escolher o caminho de um mercado sem discriminação, livre e justo, porque isso vai beneficiar o país e o povo.”

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE