Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Presidente do Banco do Brasil defende privatização do órgão

Presidente do Banco do Brasil defende privatização do órgão
COMPARTILHE

“BB já tem 50% de suas ações em mãos privadas. É só vender mais um pouco e vira uma instituição privada”, diz Novaes.

Após dizer que a competição será muito intensa nos próximos anos, Rubem Novaes, presidente do Banco do Brasil, defendeu, nesta segunda-feira (8), a privatização do órgão.

Em reunião¹ com os parlamentares do Congresso Nacional, Novaes declarou:

“As pessoas imaginam que o Banco do Brasil seria comprado por um grande banco estrangeiro, ou pelo Itaú ou o Bradesco, por exemplo. Não é nada disso o que está se imaginando. O BB já tem 50% de suas ações em mãos privadas. É só vender mais um pouco e vira uma instituição privada.  É só fazer do banco uma corporation com muitos sócios.”

E acrescentou²:

“Hoje, o Banco do Brasil, apesar de ser extremamente eficiente, ter um pessoal extremamente qualificado e dedicado, concorre com os outros bancos com bolas de chumbo amarradas aos pés. As decisões são todas demoradas, têm que passar por TCU, Sest, Secom, CGU.”

Referências: [1][2]

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários