Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Presidente do BNDES defende acordo de livre comércio com a China

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Presidente do BNDES defende acordo de livre comércio com a China

“Claro que queremos livre comércio”, disse o chefe do banco estatal em palestra nos EUA.

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Joaquim Levy, defendeu nesta terça-feira (7) acordos de livre comércio com países como a China.

Segundo Levy, tratados desse tipo têm contribuído para a redução da pobreza nos últimos anos e devem ser estimulados.

Durante palestra em Washington, capital dos Estados Unidos, o chefe do BNDES declarou:

“Claro que queremos livre comércio. Brasil e EUA são grandes exportadores para a China, exportam muita comida, e acreditamos que isso vai continuar a crescer. Vamos estimular a parceria com países da Ásia.”

Levy disse ainda que a parceria com os EUA tem crescido nos últimos anos, principalmente com a chegada ao poder Jair Bolsonaro, e que um dos objetivos da nova gestão é investir nos acordos que envolvam alta tecnologia.

O uso comercial da base de Alcântara, por exemplo, foi fechado após a visita do presidente brasileiro a Washington, em março, como noticiou a RENOVA.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email