Presidente do Chile quer tornar abuso sexual de menores crime imprescritível

O presidente chileno, Sebastián Piñera, anunciou a modificação de uma lei para que o abuso sexual de menores se torne um crime que não pode prescrever.

O anúncio vem dias após o estupro e posterior assassinato de uma menina de 1 ano e sete meses de idade, no último final de semana.

James Hamilton, uma das três vítimas do padre pedófilo chileno, também havia pedido a alteração da lei direto do Vaticano, onde ele estava para uma audiência privada com o Papa Francisco. Hamilton clamou às autoridades chilenas que revissem o prazo de prescrição de tais crimes.

De acordo com informações do jornal O Globo:

O anúncio, feito na quinta-feira, pegou de surpresa vários dos presentes no ato no palácio do governo onde Piñera apresnetou a modificação, pois até a noite de quarta-feira a ideia era estender a prescrição para 30 anos.

O deputado Matías Walker, da oposição, comentou alegremente que “conseguimos lograr que o abuso sexual seja imprescritível em nosso país”. Ele também comentou que, junto com sua colega Carolina Marzán, fizeram várias reuniões até que o governo aceitasse a imprescritibilidade.

Marzán tomou como certo que a Câmara dos Deputados votará a favor da emenda. No Senado, ela também deverá ser aprovada.

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia