Português   English   Español

Presidente do Ibope reforça narrativa de Geraldo Alckmin

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Carlos Montenegro disse nesta segunda-feira (01), durante almoço com empresários na Associação Comercial do Rio de Janeiro, que nunca viu eleição “tão esquisita”.

O presidente do Ibope disse que é praticamente certo que o brasileiro terá que ir às urnas também no segundo turno para eleger o presidente da República e alguns governadores.

Ao contrário de outras eleições, Carlos Montenegro afirmou não saber quem poderá sair vitorioso:

Dia 28 de outubro o brasileiro vai votar no segundo turno, e não tenho a menor ideia de quem vai ser o presidente da República.

Ele afirmou que esta eleição mostrou que o sistema político está ultrapassado e sugere que o próximo presidente promova urgentemente uma reforma política, que para ele é mais importante do que a reforma previdenciária.

O mandachuva do Ibope acrescentou:

Através de uma fadiga de muitos anos, o nosso sistema político chegou ao seu limite máximo, tem que mudar. Com isso temos uma eleição que mostra dois candidatos bem destacados para frente para serem eleitos e também na rejeição.

Para ele, o segundo turno será a disputa da rejeição com o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, contra a rejeição ao PT.

“O PT tem que torcer noite e dia para enfrentar o Bolsonaro”, afirmou, em referência à rejeição do deputado federal, que ainda é superior à de Fernando Haddad, candidato do Partido dos Trabalhadores.

 

Adaptado da fonte Jornal do Brasil

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Deixe seu comentário

Veja também...

Anunciante
e-consulters
Parceiro

Assine nossa Newsletter!

Preencha o formulário para assinar.

Nome Email
newsletter

Últimas publicações