Presidente do PSL confirma articulação contra CPI da Lava Toga

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

“O que a gente quer é a governabilidade. Não adianta você ir contra os outros Poderes. O PSL não tem esse sentimento”, afirmou Bivar.

O deputado federal Luciano Bivar (PE), presidente nacional do Partido Social Liberal (PSL), confirmou que a sigla está articulando para tentar barrar a terceira tentativa de criação da CPI da Lava Toga.

Bivar afirmou que o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) está, em nome do partido, conversando com parlamentares sobre a retirada das assinaturas do requerimento.

Em conversa com O Antagonista, nesta segunda-feira (9), o presidente do PSL declarou:

“O Flávio é o líder do partido. Quando ele pede, está respaldado em cima do partido, com certeza.”

O site perguntou se essa postura não reforça a existência de um acordão em Brasília. Bivar respondeu:

“Não existe acordão, existe o justo, o correto. Não existe nenhuma coligação. O que a gente quer é a governabilidade. Não adianta você ir contra os outros Poderes. O PSL não tem esse sentimento.”

Enquanto isso, no Partido Democratas (DEM), a assessoria da senadora Maria do Carmo enviou nota em que confirma a retirada de seu apoio à CPI.

Segundo o texto, “a senadora equivocou-se quanto ao objetivo da CPI”.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.