Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Prima de José Serra na mira da Lava Jato

Tarciso Morais

Tarciso Morais

COMPARTILHE

Perícia da Polícia Federal encontrou transferências que somam R$ 3,2 milhões, entre 2007 e 2008, do empresário José Amaro Pinto Ramos para uma conta na Suíça em nome de Vicencia Talan, uma prima do senador José Serra (PSDB).

Ela é casada com Gregório Preciado, suspeito de intermediar pagamentos indevidos a políticos tucanos.

Em sua delação, o ex-presidente da Odebrecht Pedro Novis diz ter repassado R$ 4,5 milhões ao tucano José Serra por intermédio de Pinto Ramos entre 2006 e 2007.

Dados sobre as transações financeiras entre a empresa da prima de Serra e a de Pinto Ramos serão requeridos pelos investigadores em Brasília no inquérito que investiga se o senador paulista recebeu propina da Odebrecht.

De acordo com informações do Estadão:

As informações constam de um laudo pericial produzido pela Polícia Federal no inquérito que apura a compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos, pela Petrobrás. O marido da prima de Serra é suspeito de operar o pagamento de propina na compra de Pasadena.

A perícia analisou a quebra de sigilo das empresas de Preciado. Os dados foram enviados pela Espanha por meio de um acordo de cooperação. Conforme a PF, as transações foram da conta da Iberbrás Integracion no banco espanhol La Caixa para uma conta da Hexagon Technical Co. no Corner Bank na Suíça.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM