- PUBLICIDADE -

Principal opositor de Putin denuncia censura do Twitter contra Trump

Principal opositor de Putin denuncia censura do Twitter contra Trump

Navalny, principal opositor de Putin, considera "um ato de censura" a expulsão de Trump do Twitter.

- PUBLICIDADE -

Alexey Navalny, principal líder da oposição ao governo de Vladimir Putin, na Rússia, classificou a expulsão permanente do presidente Donald Trump do Twitter como “um ato de censura”. 

Envenenado com um agente neurológico durante um voo doméstico em agosto do ano passado, Navalny publicou uma série de 11 tuítes condenando a ação da rede social. 

O político russo disse que a decisão foi “baseada em emoções e em preferências políticas pessoais”: 

“Não me digam que ele foi banido por violar as regras do Twitter. Recebo ameaças de morte aqui todos os dias há muitos anos e o Twitter não baniu ninguém.” 

Navalny ainda notou que Putin e o ditador Nicolás Maduro, da Venezuela, continuam a ter espaço na rede social. 

O russo acrescentou que o caso “abre um precedente” que pode permitir aos regimes ter um argumento para silenciar quem lhes incomoda porque “é uma prática comum, até o Trump foi bloqueado no Twitter”. 

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -