Príncipe Andrew pode depor no caso Epstein

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

"Ele não parece querer falar conosco", disseram os promotores dos EUA.

Os promotores dos Estados Unidos que investigam as atividades da socialite britânica Ghislaine Maxwell e outras pessoas ligadas ao financista norte-americano Jeffrey Epstein consideram o príncipe Andrew uma pessoa de interesse na investigação.

A informação foi divulgada à agência Reuters, nesta terça-feira (17), por uma fonte familiarizada com o inquérito dos EUA.

Os investigadores querem entrevistar Andrew, o segundo filho da Rainha Elizabeth, sobre sua amizade com Epstein.

A entrevista será parte da investigação sobre possíveis parceiros de Epstein em suas atividades sexuais criminosas.

Os promotores disseram que Andrew “procurou falsamente se apresentar ao público como ansioso e disposto a cooperar”, mas, até agora, não deu entrevista às autoridades federais e recusou repetidamente pedidos para conversar com os investigadores.

Embora Andrew continue sendo uma pessoa de interesse para os promotores de Nova York, eles não esperam poder entrevistá-lo em um futuro próximo, de acordo com a fonte ouvida pela Reuters.

Ele não parece querer falar conosco“, disseram os promotores.

Enquanto isso, representantes do príncipe do Reino Unido não quiseram comentar sobre o assunto.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.