Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

‘Prioridade’, diz presidente dos Correios sobre privatização

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Correios complica a vida de quem compra eletrônicos importados
COMPARTILHE

“É extremamente relevante a discussão sobre o tema da desestatização dos Correios”, diz Peixoto.

Floriano Peixoto, presidente dos Correios, é um defensor da ideia da Secretaria de Desestatização, do Ministério da Economia, de priorizar a privatização da estatal. 

Com o processo já encaminhado, os estudos preliminares sobre o modelo de desestatização deverão ser finalizados em dois meses. Após disso, o projeto de lei referente à licitação deverá ser encaminhado ao Congresso Nacional.

Em entrevista à revista Exame, Peixoto revelou, nesta quinta-feira (24), que duas empresas já estão para valer na disputa pelos Correios:

“É extremamente relevante a discussão sobre o tema da desestatização dos Correios. A própria existência da empresa depende de uma profunda transformação, de uma mudança que a torne capaz de competir no mercado concorrencial e, principalmente, que a deixe mais ágil.”

O presidente dos Correios acrescentou:

“Isso se faz necessário porque, por mais que o trabalho realizado até o momento tenha melhorado os índices e as operações da empresa como um todo, a condição de estatal dos Correios impede que mudanças mais profundas e céleres sejam adotadas em prol da instituição. São muitas as amarras a regular o funcionamento da empresa enquanto pública, o que acaba por prejudicá-la frente à concorrência.”

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram