- PUBLICIDADE -

Prisão domiciliar para homens que protestaram em frente ao prédio de Moraes

Prisão domiciliar para homens que protestaram em frente ao prédio de Moraes

- PUBLICIDADE -

O processo tramita em segredo de Justiça. Ambos foram soltos na última sexta-feira.

Antonio Carlos Bronzeri e Jurandir Alencar estavam presos no CDP III de Pinheiros, em São Paulo, desde o dia 16 de junho. 

A dupla foi presa por participar de um protesto em frente ao prédio do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, em São Paulo, no dia 2 de maio. 

Por volta das 16h de sexta-feira (3), a Justiça de SP concedeu o alvará de soltura aos dois, destaca o portal R7.

De acordo com a SAP (Secretaria de Administração Penitenciária, ambos vão cumprir prisão domiciliar.

A dupla foi denunciada pelo Ministério Público de São Paulo (MP-SP)) por crimes de ameaça, injúria e difamação. 

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) aceitou a denúncia e os dois se tornaram réus. O processo tramita em segredo de justiça.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -