PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Prisão em 2ª instância é retirada do pacote anticrime de Moro

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Pacote anticrime idealizado por Moro sofreu o primeiro revés na Câmara.

O grupo de trabalho da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados retirou, por 7 votos a 6, nesta terça-feira (9), a norma que prevê prisão em segunda instância do pacote anticrime do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.

Os parlamentares entenderam que a prisão em 2ª instância deveria ser introduzida por meio de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) e não mediante projeto de lei, como propôs o governo do presidente Jair Bolsonaro.

Atualmente, as prisões de segunda instância são autorizadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF), mas o governo quer que a norma integre as normas do processo penal para evitar que sejam derrubadas caso mude a jurisprudência na alta corte, informa o jornal Gazeta do Povo.

Apesar das alterações, o projeto de lei proposto pelo ministro da Justiça ainda deverá ser analisado pelas comissões temáticas e pelos plenários da Câmara e do Senado.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.