- PUBLICIDADE -

Prisão perpétua para jovem que matou namorado na Argentina

- PUBLICIDADE -

A estudante de 19 anos foi condenada nesta terça-feira (3) à prisão perpétua por um tribunal que a considerou culpada de assassinar com dois tiros o seu namorado de 20 anos na cidade argentina de Gualeguaychú.

Nahir Galarza mantinha um relacionamento tempestuoso com o estudante Fernando Pastorizzo. É o primeiro caso de sentença à prisão perpétua para uma mulher tão jovem, de acordo com a imprensa local.

O juiz Mauricio Derudi, presidente do tribunal, disse, ao ler a sentença, que se tratou de um “homicídio qualificado por ser de uma pessoa com quem manteve relação amorosa”.

O crime ocorreu na madrugada de 29 de dezembro de 2017.

Nahir disse no julgamento que os disparos foram acidentais durante uma discussão. A arma era de 9 milímetros do pai da menina, um policial da cidade, localizada a 230 quilômetros ao norte de Buenos Aires.

 

Com informações do Estadão

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -