- PUBLICIDADE -

Pisão perpétua para professor que treinava crianças para ataques

- PUBLICIDADE -

Umar Ahmed Haque, pretenso professor e adepto do Estado islâmico, condenado à prisão perpétua por treinar um exército de crianças para realizar ataques terroristas contra Londres, capital da Inglaterra.

Um tribunal britânico condenou nessa terça-feira (27) à prisão perpétua um professor de religião islâmica que tentou formar um grupo de crianças para cometer atentados jihadistas em Londres.

Em matéria publicada no dia 03 de março, Renova informou:

O “professor” exibiu vídeos de decapitações cometidas pelo Estado Islâmico e outras propagandas jihadistas violentas para até 110 crianças entre 11 e 14 anos utilizando o disfarce de estar ensinando estudos islâmicos.

Apesar de Umar Haque não possuir qualificações para ser educador, ele teve acesso à 250 jovens durante cinco anos em duas escolas britânicas por meio de seu cargo de administrador. Entre as instituições onde ensinou, estava a escola islâmica Lantern of Knowledge em Leyton e a Academia Islâmica em Essex.

O magistrado Charles Haddon-Cave, da corte penal de Old Bailey, indicou na sua sentença que Umar Haque ensinava religião islâmica apesar de não contar com titulação de professor e cooptou o grupo de menores em uma mesquita do bairro de Barking, ao leste de Londres, onde os pais dos menores pagavam para que assistissem a lições extraescolares.

A sentença indica que as crianças ficaram traumatizadas pelos cruéis vídeos de propaganda do grupo jihadista Estado Islâmico que Haque lhes mostrava.

 

Com informações de: [Metropoles]
PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -