PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Proclamação de novo presidente no Peru é adiada novamente

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Nas urnas, Castillo venceu as eleições no Peru por mais de 40 mil votos.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Um dos juízes da principal instância da justiça eleitoral do Peru renunciou ao cargo na última quarta-feira (23). 

A renúncia de Luis Arce foi anunciada após os 10 primeiros recursos apresentados pelos advogados do partido Força Popular, da candidata direitista Keiko Fujimori, terem sido declarados improcedentes, por três votos contra o seu. 

As 201 impugnações apresentadas pelos advogados de Fujimori buscam anular votos em seções onde o esquerdista Pedro Castillo venceu com uma margem avassaladora.

Ao renunciar, Arce alegou que queria evitar que seus votos em minoria ajudassem a validar “falsas deliberações constitucionais”. 

O magistrado, que representa o Ministério Público na máxima instância do Júri Nacional de Eleições, foi o único que considerou que a sigla Força Popular podia impugnar seções fora do prazo, que venceu em 9 de junho, três dias depois da votação.

Em sua carta de renúncia, Arce indica que deixa o cargo em caráter irrevogável, apesar do fato de que, de acordo com a lei eleitoral, o cargo é irrenunciável durante o andamento do processo eleitoral. 

De acordo com sistema político do Peru, a sessão do tribunal eleitoral é responsável por proclamar o presidente vencedor para que a mudança de comando ocorra em 28 de julho. 

À espera das deliberações, Castillo venceu as eleições por mais de 40 mil votos, de acordo com o Organismo Nacional de Processos Eleitorais.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.