PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Procon fiscalizará práticas abusivas no preço do gás de cozinha

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Governo permanece monitorando as medidas adotadas para a garantia do abastecimento do gás de cozinha em meio à pandemia.

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) acionou convênio com os Procons dos Estados para elevar a intensidade da fiscalização na comercialização do gás de cozinha (GLP).

Com o aumento de 23% no consumo do produto durante o período de distanciamento social causado pelo novo coronavírus, a agência quer os Procons investigando possíveis práticas de preços abusivos. 

De acordo com a ANP, a população não deve ter motivos para preocupação no que diz respeito ao abastecimento do gás de cozinha. 

A Petrobras importou um volume equivalente a 27,4 milhões de botijões de gás de GLP de 13kg e ampliou sua atual infraestrutura de abastecimento, com o restabelecimento operacional do duto que liga Santos à Mauá.

O trânsito de funcionários e veículos, necessário ao pleno funcionamento das atividades de distribuição e revenda em todo território nacional, foi garantido por estados, municípios, destaca o Ministério de Minas e Energia.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.