Procurador da Lava Jato pode ser investigado por críticas ao STF

O Supremo Tribunal Federal pode abrir uma investigação contra o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima, da Lava Jato em Curitiba, por conta de reiteradas críticas ao STF.

Ministros da corte acreditam que as críticas do procurador podem se enquadrar nos crimes de injúria e difamação, punidos com detenção e multa.

As informações são da coluna da jornalista Mônica Bergamo na Folha de São Paulo:

Por enquanto os magistrados aguardam providências da PGR (Procuradoria-Geral da República) ou do CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público). Caso isso não ocorra, a corte abriria inquérito. Procurado, Santos Lima não se manifestou.

A última vez que o procurador se manifestou foi feita quando o STF retirou trechos da delação da Odebrecht sobre Lula das mãos do juiz Sergio Moro. Ele disse: “O que acontece hoje é o esperneio da velha ordem. A pergunta que devemos fazer é qual o motivo pelo qual precisam sacrificar o bom nome do tribunal”.

Ele também postou: “Fica claro que há um conflito entre uma nova Justiça e o velho sistema de impunidade dos poderosos”. Para um magistrado, ele está acusando ministros de prevaricação.

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *