Português   English   Español

Procurador especial investigará caso Odebrecht na Colômbia

A Suprema Corte de Justiça deu sinal verde nesta quinta-feira (29) para a nomeação de um procurador especial encarregado de investigar o escândalo de corrupção da Odebrecht na Colômbia.

O tribunal aceitou um pedido da própria procuradoria, dirigida por Néstor Martínez, e solicitou ao presidente Iván Duque que apresente três candidatos, segundo anúncio realizado nas redes sociais.

Martínez já havia se declarado impedido e em seu lugar atuava a vice-procuradora María Paulina Riveros, que também pediu para ser afastada do caso diante de gravações e testemunhos que comprometem a imparcialidade de seu chefe.

Em sua conta no Twitter, o Supremo informa que solicitou a Duque uma lista tríplice “para designar um procurador-geral ad hoc que atue em expedientes investigados pela vice-procuradora sobre subornos de #Odebrecht”.

O caso Odebrecht teve uma reviravolta dramática na Colômbia após a morte, em 8 de novembro, de Jorge Pizano, auditor do consórcio formado pelo grupo brasileiro e a empresa local Corficolombiana para construir uma milionária autoestrada ligando o centro ao norte do país.

Três dias depois, seu filho morreu envenenado com cianureto em uma garrafa d’água encontrada no escritório de Pizano. As duas mortes estão sendo investigadas, informa a agência AFP.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter