- PUBLICIDADE -

Procurador-geral diz que perseguirá quem conspirar contra Maduro

- PUBLICIDADE -

O procurador-geral da Venezuela alertou nesta segunda-feira (6) que perseguirá todos que “conspirarem contra a paz” em função do suposto atentado que o ditador Nicolás Maduro disse ter sofrido através de dois drones carregados de explosivos.

Tarek William Saab alertou:

A Procuradoria vai perseguir dentro da lei quem conspirar contra a paz cidadã (…). Que este fato sirva para extirpar de uma vez por todas qualquer tentativa de violenta de atentar contra a paz.

O funcionário classificou de “tentativa de magnicídio” e de “tentativa de massacre” a explosão de um drone carregado com explosivo C4 frente ao palanque em que Nicolás Maduro e o alto comando militar encabeçavam no sábado um ato em comemoração aos 81 anos da Guarda Nacional.

O ditador da Venezuela saiu ileso, mas sete militares ficaram feridos.

O procurador confirmou que dois homens foram detidos em flagrante enquanto operavam o segundo drone de dentro de um carro perto da parada militar, no centro de Caracas.

 

Adaptado da fonte AFP
PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -