- PUBLICIDADE -

Procurador-geral dos EUA autoriza investigações sobre fraudes na eleição

Investigação Trump-Rússia foi sabotagem, diz procurador-geral
Imagem: AP Photo/Andrew Harnik
- PUBLICIDADE -

Trump e o Partido Republicano apontam que o pleito foi fraudado pelos democratas.

William Barr, procurador-geral dos Estados Unidos, anunciou, na noite desta segunda-feira (9), que o Departamento de Justiça autorizou que procuradores federais investiguem “alegações substanciais” de fraudes na eleição presidencial do dia 3 de novembro.

Em um memorando aos procuradores dos EUA, obtido pela agência Associated Press, Barr escreveu que as investigações “podem ser conduzidas se houver alegações claras e aparentemente críveis de irregularidades que, se verdadeiras, poderiam impactar o resultado de uma eleição federal”.

A maioria dos veículos de imprensa projetaram o democrata Joe Biden como vencedor na tarde do último sábado (7).

No entanto, o presidente norte-americano Donald Trump e o Partido Republicano apontam que o pleito foi fraudado pelos democratas.

Em mensagens no Twitter, horas atrás, Trump disse ter vencido a disputa na Geórgia, na Pensilvânia e em Wisconsin. Todos os Estados foram projetados como vitória de Biden.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -