Português  English  Español

Apoie o jornalismo independente!

Procurador-geral ordena análise de denúncias envolvendo Hillary e a venda de urânio pra Rússia

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Promotores federais receberam ordens de Jeff Sessions para avaliar a relação entre a venda do urânio dos EUA com negócios ilegais da Fundação Clinton, deixando a porta aberta para nomeação de um procurador-especial.

Em uma carta obtida pela Fox News, o Departamento de Justiça respondeu aos pedidos de 27 de julho e 26 de setembro do presidente do Comitê Judiciário da Câmara, Bob Goodlatte, e de outros membros do comitê, que pediram a nomeação de um procurador-especial para investigar Hillary Clinton e sua fundação.

A divulgação da carta ocorreu na véspera do testemunho do Procurador-geral, Jeff Sessions, perante esse mesmo comitê, agendado para esta terça-feira (14).

RENOVA alertou semanas atrás para as investigações em andamento na Câmara e no Senado sobre o suposto caso de corrupção envolvendo a administração Obama e  a venda de urânio para a Rússia, no período em que Hillary Clinton atuava como Secretária de Estado.

Stephen Boyde, assistente do Procurador-geral, confirmou a informação da Fox News:

O Procurador-Geral dirigiu promotores federais para avaliar certas questões levantadas nas cartas dos congressistas.

Compartilhe...

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...