Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Procurador-geral ordena análise de denúncias envolvendo Hillary e a venda de urânio pra Rússia

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Promotores federais receberam ordens de Jeff Sessions para avaliar a relação entre a venda do urânio dos EUA com negócios ilegais da Fundação Clinton, deixando a porta aberta para nomeação de um procurador-especial.

Em uma carta obtida pela Fox News, o Departamento de Justiça respondeu aos pedidos de 27 de julho e 26 de setembro do presidente do Comitê Judiciário da Câmara, Bob Goodlatte, e de outros membros do comitê, que pediram a nomeação de um procurador-especial para investigar Hillary Clinton e sua fundação.

A divulgação da carta ocorreu na véspera do testemunho do Procurador-geral, Jeff Sessions, perante esse mesmo comitê, agendado para esta terça-feira (14).

RENOVA alertou semanas atrás para as investigações em andamento na Câmara e no Senado sobre o suposto caso de corrupção envolvendo a administração Obama e  a venda de urânio para a Rússia, no período em que Hillary Clinton atuava como Secretária de Estado.

Stephen Boyde, assistente do Procurador-geral, confirmou a informação da Fox News:

O Procurador-Geral dirigiu promotores federais para avaliar certas questões levantadas nas cartas dos congressistas.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias