- PUBLICIDADE -

Procurador pede anulação da condenação de Lula no processo do sítio

Procurador pede anulação da condenação de Lula no processo do sítio
Foto: Arquivo O GLOBO
- PUBLICIDADE -

O pedido cita a determinação do Supremo de que réus delatados devem fazer alegações finais depois dos réus delatores.

O procurador Mauricio Gotardo Gerum, do Ministério Público Federal do Rio Grande do Sul, solicitou, nesta quarta-feira (23), que o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) anule a condenação em primeira instância do ex-presidente Lula da Silva no caso do sítio em Atibaia

No processo em questão, Lula foi sentenciado a 12 anos e 11 meses de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro.

O petista ainda não foi preso pelo caso do sítio de Atibaia porque a condenação se deu apenas em primeira instância. Atualmente, a prisão só pode ocorrer após condenação em segunda instância.

O procurador Gotardo pede que a ação sobre o sítio de Atibaia volte para a fase de alegações finais e cita a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que definiu que réus delatados devem fazer as suas alegações finais depois dos réus delatores, informa o portal G1.

No último mês de agosto, a 2ª Turma do STF anulou a condenação de Aldemir Bendine, ex-presidente da Petrobras, com base nesse argumento.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -