Procuradores apontam excesso de Dodge contra Lava Jato

Idiomas:

Português   English   Español
Procuradores apontam excesso de Dodge contra Lava Jato
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Associação de procuradores defende Força-Tarefa da Lava Jato e aponta excesso da PGR.

A Associação Nacional de Procuradores da República (ANPR) publicou uma nota nesta quarta-feira (13) em defesa da atuação de procuradores da Força-Tarefa da Lava Jato.

O texto foi publicado após a Procuradora-Geral da República (PGR), Raquel Dodge, apresentar uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) questionando o acordo firmado pelos procuradores e a Petrobras, que prevê criação de um fundo de R$ 2,5 bilhões.

Segundo o jornalista Fausto Macedo, a nota assinada pela diretoria da ANPR afirma:

“Por sua atuação irrepreensível e pelos altos serviços prestados ao país, é reprovável qualquer tentativa de enfraquecimento institucional da Força-Tarefa e do Ministério Público Brasileiro.”

A diretoria da ANPR afirma que se criou um “impasse” sobre o destino dos recursos e isso pode significar a “devolução dos recursos”.

A associação de procuradores acrescentou:

“Afirmar ainda que os valores deveriam ser destinados à União ou a Petrobrás é equivocado. Afinal, como aponta o acordo com a SEC, a Petrobrás foi considerada responsável por falhar em detectar e expor os esquemas de corrupção e por prestar informações falsas aos órgãos americanos.”

O órgão lembra que os valores seriam aplicados, principalmente, na prevenção da corrupção, em cidadania, em saúde e em educação.

Newsletter RENOVA

Receba diariamente as principais notícias do Brasil e do Mundo.

Curta e compartilhe esta notícia

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário

Veja outras notícias em destaque