Português   English   Español

Procuradores do trabalho apagam postagens partidárias contra Hang

O Ministério Público do Trabalho ajuizou ação civil pública contra o empresário Luciano Hang com pedido de indenização de R$ 100 milhões por “danos morais coletivos”.

Na semana passada, o empresário Luciano Hang apresentou à Justiça do Trabalho laudo identificando a militância esquerdista de cinco dos sete procuradores do MPT que o acusam de coação de funcionários durante a campanha.

O documento elaborado pelo perito em crimes digitais Wanderson Castilho mostra que cinco dos sete responsáveis pelo ajuizamento da ação possuem algum grau de militância virtual a favor da “agenda esquerdista”.

Nesta semana, o mesmo perito percebeu que todos os procuradores denunciados apagaram das redes sociais suas mensagens com rastros de militância, segundo “O Antagonista“.

Apesar das mensagens terem sido excluídas, o print é eterno. Você pode conferir a íntegra do documento AQUI.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter