Procuradoria Eleitoral envia inquérito de Alckmin para 1ª instância

A Procuradoria Regional Eleitoral de São Paulo decidiu nesta sexta-feira (27) enviar à primeira instância da Justiça Eleitoral o inquérito que tem como alvo o ex-governador Geraldo Ackmin (PSDB), que é pré-candidato à Presidência da Républica.

O inquérito vai tramitar na 1ª Zona Eleitoral.

A investigação foi aberta com base nas delações da Odebrecht e apura suspeitas de que Geraldo Alckmin teria recebido caixa dois da empreiteira. Caixa dois é como ficaram conhecidas as doações de campanha não declaradas à Justiça Eleitoral.

De acordo com informações da UOL:

Os delatores afirmaram ter repassado cerca de R$ 10 milhões a Alckmin nas campanhas de 2010 e 2014.

Alckmin tem afirmado que as acusações não são verdadeiras e que o inquérito vai esclarecer os fatos.

A investigação foi aberta no STJ (Superior Tribunal de Justiça) por causa do foro privilegiado que Alckmin possuía como governador. Quando renunciou ao mandato para poder disputar a Presidência nas eleições desse ano, o tucano perdeu o foro e seu caso foi remetido à Justiça Eleitoral por decisão da ministra do STJ Nancy Andrighi.

Além de Alckmin, são investigados no inquérito Adhemar Cesar Ribeiro, cunhado do governador, e Marcos Monteiro, secretário de Desenvolvimento Econômico do governo paulista.

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *