Loja de produtos judaicos incendiada em Paris

Idiomas:

Português   English   Español
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Uma loja kosher em Créteil, sudeste de Paris, que já havia sido pichada com cruzes suásticas há alguns dias, foi incendiada na noite de segunda-feira (08/01).

O incêndio teria deixado danos importantes, segundo a procuradora de de Créteil, Laure Beccuau.

“Privilegiamos a pista criminosa”, afirmou.

A situação está cada dia mais complicada para os judeus vivendo na França. Semanas atrás, publicamos uma matéria sobre a maré crescente de antissemitismo na capital Paris.

Este incêndio acontece exatamente três anos depois do ataque jihadista contra um supermercado kosher nos subúrbios de Paris, em que morreram quatro pessoas.

O presidente francês Emmanuel Macron prestou no domingo (07/01) uma homenagem às vítimas desse ataque e as do atentado contra a revista Charlie Hebdo, realizado dois dias antes.

Em 7 de janeiro de 2015, os irmãos Said e Sherif Kuachi matarom onze pessoas na redação da revista.

Dois dias depois, outro jihadista, Amédy Coulibaly, matou três clientes e um funcionário judeu no supermercado de comidas kosher.

 

Com informações de: (1)

Newsletter RENOVA

Receba diariamente as principais notícias do Brasil e do Mundo.

Curta e compartilhe esta notícia

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário

Veja outras notícias em destaque