Professor alemão sugere que aluna cristã use hijab para evitar bullying

Idiomas:

Português   English   Español
JOÃO GUILHERME
JOÃO GUILHERME
Estudante e interessado em política, história e religião.

Uma escola em Frankfurt, na Alemanha, está sob pressão após o diretor da instituição de ensino sugerir que uma aluna cristã usasse o véu islâmico para evitar ser alvo de bullying.


A mãe da estudante contou ao jornal alemão Bild que a menina havia “apanhado e sofrido agressões verbais no caminho para a escola” de um grupo de garotas muçulmanas.

Ela explicou que a filha foi alvo porque “tem cabelos loiros, não usa lenço para cobrir a cabeça, tem um nome de origem germano-judaica – e por ser cristã”.

O bullying foi tão pesado que deixou a aluna, que está no equivalente à 5ª série, com um “medo muito grande de ir para a escola”.

Quando a mãe da garota levou suas preocupações ao diretor da escola, ele disse que a menina deveria “se cobrir” se não quisesse sofrer bullying.

“Sua filha não precisa falar que é alemã,”, teria dito o diretor. “Além disso, você pode lhe dar um hijab.”.

A escola em questão não se manifestou ao Bild, no entanto, a mãe confirmou que a situação delas está bem melhor agora que ela tirou a filha da escola.

 

Traduzido e adaptado de WM

Newsletter RENOVA

Receba gratuitamente as principais notícias do Brasil e do Mundo por email.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

Veja também...