Professor cristão processa escola por discriminação religiosa após suspensão por errar gênero de aluno

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Um professor britânico está processando sua escola após ser suspenso por chamar um aluno transgênero de garota.

Joshua Sutcliffe, professor de matemática, entrou na justiça contra escola em Oxfordshire alegando ter sido vítima de discriminação por conta de sua fé cristã.

A escola não ofereceu explicações mais detalhadas sobre o assunto, mas afirmou que o professor recebeu uma suspensão disciplinar.

Quando viu o adolescente e uma colega trabalhando com afinco na sala de aula, o professor disse: “trabalho bem feito garotas”.  Após ser corrigido pelo aluno, el pediu desculpas na mesma hora. Entretanto, a escola não aceitou a retratação.

Joshua disse que estava muito triste pois o ensino era sua vida. Ele também classificou as ações da escola como um caso de “politicamente correto fora de controle”.

 

Com informações de: (1)

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.