Professor de cursos ‘pró-independência’ é demitido em Hong Kong

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

A demissão acontece em um contexto de escalada da repressão da China contra ativistas pró-democracia.

Um professor de Hong Kong foi demitido do cargo após ser acusado de promover a independência do território semi-autônomo em seus cursos.

Em meio ao acirramento do controle da China no território, esta é a primeira vez que o Gabinete de Educação de Hong Kong demite um professor pelo conteúdo dos cursos ministrados.

A demissão recebeu o apoio, nesta terça-feira (6), da chefe do Executivo local, Carrie Lam.

Em conversa com a imprensa, segundo a agência France-Presse, Lam declarou:

“Devemos continuar a eliminar as ovelhas negras do setor educacional.”

E acrescentou:

“Se houver uma fração muito pequena de professores que usam seus deveres para transmitir mensagens equivocadas, promovendo um má interpretação da nação, para sujar o país e o governo de Hong Kong sem qualquer fundamento, então, a questão se torna muito séria.”

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.