Português   English   Español

Professor de Havard aponta ‘tendências autoritárias’ em Bolsonaro e Trump

De acordo com professor de Harvard entrevistado pela Folha, o cenário político atual desmonta o entendimento de que a democracia estava consolidada no mundo.

“A ascensão de líderes populistas com tendências autoritárias em países como Estados Unidos, Rússia e Turquia tem sido vista como evidência de que a democracia está em risco”, é assim que a Folha inicia a matéria com a análise do cientista político Yascha Mounk.

Mounk é um alemão de origem polonesa e radicado nos Estados Unidos, ele é professor em Harvard e falou sobre o tema no livro “The People vs Democracy” (o povo contra a democracia).

Yascha Mounk, professor em Harvard

Para o professor, o fato de o Brasil assistir ao crescimento de Jair Bolsonaro nas pesquisas e ao aumento de vozes que pedem intervenção militar indica que o país vive um “preocupante” fenômeno, semelhante ao que está ocorrendo na Hungria e Estados Unidos.

‘O que se vê no mundo todo, incluindo no Brasil, é um crescente descontentamento com a elite política’, diz o pesquisador.

 

Com informações da Folha de S. Paulo

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter