- PUBLICIDADE -

Professor demitido por não usar pronome exigido por estudante transgênero

Professor demitido por não usar pronome exigido por estudante transgênero
- PUBLICIDADE -

Um professor do ensino médio no estado de Virgínia, nos Estados Unidos, foi demitido na última semana por supostamente desrespeitar um estudante pela sua escolha de gênero.

É a primeira vez que um educador perdeu o emprego no estado por usar pronomes de acordo com o sexo biológico para se referir a um estudante.

Por 5 votos a zero, o Conselho Escolar da instituição votou por demitir Peter Vlaming, que ensina francês, de acordo com o jornal “Gazeta do Povo“.

Vlaming, de 47 anos, foi acusado de discriminação depois de não usar os pronomes masculinos para se dirigir a uma estudante do sexo biológico feminino.

Um dia, por engano, o professor se referiu à estudante com um pronome feminino. O docente então foi colocado em licença administrativa remunerada em outubro.

Após a reclamação sobre o comportamento de Vlaming, os administradores da escola alegaram que o professor havia transgredido as políticas contra o assédio, ocasionado a sua demissão.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -