Professor desafia repressão do regime comunista e critica Xi Jinping

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

O docente Xu Zhangrun arriscou a própria vida ao escrever um artigo em que questiona os rumos do país liderado por Xi Jinping.

A censura e as punições calaram a dissensão na China desde que Xi Jinping chegou ao poder.

Portanto, Xu Zhangrun, professor de Direito da Universidade Tsinghua de Pequim, assumiu um enorme risco no mês passado, quando pronunciou a mais enérgica denúncia já feita por um acadêmico chinês das medidas intransigentes de Xi, o renascimento das ortodoxias comunistas, e o culto da personalidade.

Em um artigo publicado no site do Unirule Institute of Economics, o professor declarou:

Os cidadãos de toda a nação, inclusive toda a elite burocrática, sentem-se mais uma vez perdidos na incerteza quanto aos rumos do país e à sua segurança pessoal, e a crescente ansiedade se espalhou atingindo um grau de pânico por toda a sociedade.

O professor pediu aos legisladores chineses que mudassem o voto em março, que abolia o limite de dois mandatos para a presidência de Xi. Esse voto da legislatura abriu o caminho para que Xi, que está no cargo desde o final de 2012, possa manter o poder por mais dez anos ou mesmo mais.

O artigo apareceu no momento em que a eclosão de um conjunto de problemas deu motivo para críticas sobre a presidência de Xi, e se espalhou pela mídia social, apesar dos censores.

 

Com informações do Estadão

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.