Professora cria lista para detectar “supremacistas brancos”

Idiomas:

Português   English   Español
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Uma professora de inglês do Linfield College desenvolveu um “checklist” para determinar se certos indivíduos são supremacistas brancos.

A professora Reshmi Dutt-Ballerstadt explicou que, depois de muitos anos de contemplação, “criou uma lista de qualidades e atributos daqueles que, abertamente ou secretamente, apoiam ou contribuem para uma cultura da supremacia branca dentro de nossas instituições”.

O primeiro item da longa lista criada pela professora consiste em “não fazer nada para mudar as estruturas de poder da supremacia branca dentro do seu ambiente de trabalho”.

A professora também afirma que oferecer cargos e prêmios de liderança para brancos também é um sinal de apoio à supremacia branca e, implicitamente, suporta “uma lógica de meritocracia construída sobre a pressuposição racista de que todos tiveram o mesmo acesso e oportunidades”.

Isso mesmo que você leu. Segundo a docente, defender a meritocracia é uma forma de apoiar a supremacia branca.

Reshmi vai além e diz que até aqueles que tentam se manter afastados das políticas de identidade também são responsáveis pelo suposto avanço da ideologia supremacista branca nos Estados Unidos.

 

Com informações de: [CampusReform]

Newsletter RENOVA

Receba diariamente as principais notícias do Brasil e do Mundo.

Curta e compartilhe esta notícia

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário

Veja outras notícias em destaque