- PUBLICIDADE -

Projeto de legalização do aborto chega ao Congresso da Argentina

Senado do Alabama aprova lei contra aborto mais severa dos EUA
- PUBLICIDADE -

"A legalização do aborto salva vidas de mulheres", diz o presidente argentino.

O presidente Alberto Fernández, da Argentina, enviou ao Congresso, nesta terça-feira (17), um projeto de lei para legalizar o aborto apenas pela vontade da mulher até a 14ª semana de gestação.  

O texto da proposta também sugere que o procedimento pode ser realizado na rede pública de saúde de forma gratuita. 

Em um vídeo divulgado em suas redes sociais, Fernández declarou: 

“A legalização do aborto salva vidas de mulheres e preserva sua capacidade reprodutiva. Não aumenta a quantidade de abortos nem os promove, apenas resolve um problema que afeta a saúde pública.” 

A legalização do aborto foi uma das promessas de campanha de Fernández, mas a pauta demorou a chegar ao Parlamento por causa da pandemia de coronavírus.  

A perspectiva é a de que o projeto seja votado na Câmara de Deputados ainda neste ano.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -