Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Propaganda chinesa tenta culpar EUA por pandemia do coronavírus

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Propaganda chinesa tenta culpar EUA por pandemia do coronavírus
COMPARTILHE

“É esperado que o ‘paciente zero’ tenha vindo de fora da China”, diz propaganda chinesa em língua árabe.

Um programa produzido pelo regime comunista da China para o mundo árabe no mês passado sugere que os Estados Unidos podem ser o país responsável pela pandemia do coronavírus

A transcrição do vídeo exibido pela CGTN Arabic TV, subsidiária de um veículo da mídia estatal chinesa, foi divulgada na última sexta-feira (17) por um grupo de pesquisa.

No episódio de 17 de março, uma blogueira chamada “Senhora V” diz ao público árabe que o Covid-19 não veio de um mercado de frutos do mar em Wuhan como se pensava inicialmente.

“Pesquisadores chineses confirmaram em uma nova pesquisa que a transmissão do novo coronavírus havia começado desde dezembro passado fora deste mercado”, diz a chinesa.

“O vírus pode ter sido transmitido de uma fonte ou de outras fontes para o mercado de frutos do mar, onde a rápida disseminação começou devido à presença de um grande número de pessoas no local”, acrescenta a blogueira.

“A pesquisa também relatou que o vírus começou a se espalhar após o término dos Jogos Militares Internacionais de Wuhan, em outubro de 2019. Portanto, é esperado que o ‘paciente zero’ tenha vindo de fora da China”, diz a “Senhora V”.

A chinesa justificou algumas de suas afirmações com um relatório recente de uma organização do Japão, que teria indicado que uma onda de coronavírus nos EUA foi desencadeada por infecções pelo vírus da gripe.

“Esta notícia provocou um amplo debate nas mídias sociais sobre a possibilidade de o vírus ser transmitido para a China do exterior durante o período dos Jogos Olímpicos Militares em Wuhan, com a presença de 109 países, incluindo os Estados Unidos”, disse a “Senhora V”.

As informações sobre a propaganda chinesa em língua árabe foram publicadas pelo Instituto de Pesquisa em Mídia do Oriente Médio (MEMRI), que monitora a TV e as mídias sociais em todo o mundo árabe.

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.