Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Proposta de Toffoli viola direitos políticos dos juízes, diz AMB

Tarciso Morais

Tarciso Morais

'É natural que o STF não agrade a todos' diz Toffoli
Imagem: Carlos Moura/ STF
COMPARTILHE

“Já existem prazos estabelecidos para que juízes e promotores deixem cargos públicos para se candidatar”, diz associação.

A Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) rejeitou qualquer forma de “quarentena” para a candidatura política de juízes e desembargadores. 

A nota foi divulgada, nesta quarta-feira (29), pouco tempo após uma declaração feita pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli.

Toffoli defendeu que o Congresso Nacional estabeleça prazo de oito anos para magistrados e membros do Ministério Público disputarem eleições após deixarem os cargos públicos.

De acordo com o jornal Estadão, a associação afirmou:

“Já existem prazos estabelecidos para que juízes e promotores deixem cargos públicos para se candidatar. Portanto, a AMB é contrária a qualquer ato que vise ampliar o tempo de inelegibilidade eleitoral para membros do Poder Judiciário após afastamento definitivo da função pública.”

Ainda de acordo com a AMB, propostas que ampliem os prazos para candidaturas de juízes “violam os direitos políticos” dos membros da magistratura.

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.