Protestos contra políticas de Merkel ganham força na Alemanha

Os alemães não planejam parar de protestar contra Angela Merkel e suas políticas de estímulo à migração em massa. Várias manifestações já ocorreram pelo país e a próxima está marcada para 24 de fevereiro.

A onda de protestos na Alemanha começou após o homicídio brutal de Mia. A garota de 15 anos foi assassinada à facadas por um refugiado do Afeganistão em uma farmácia na cidade de Kandel.

Algumas mulheres corajosas começaram a protestar na cidade onde o crime foi cometido após o prefeito demonstrar estar mais preocupado com a xenofobia do que com a segurança dos cidadãos.

Com o passar do tempo, os protestos se espalharam pelas cidades de Cottbus, Hamburgo e Dresden. A maioria dos manifestantes está preocupada com a forma como a Alemanha está mudando por causa da política migratória de Angela Merkel.

No final de semana passado, uma “Marcha das Mulheres” foi organizada em Berlim, capital da Alemanha, onde milhares de pessoas lideradas por um corajoso grupo de mulheres mostraram indignação pela cidade.

Um novo protesto já foi planejado no sábado (24) na cidade de Cottbus e é bem possível que as manifestações espontâneas continuem se espalhando por todo o país, já que a onda de crimes cometidos por imigrantes deve continuar por muito tempo no país.

Com informações de: [VoE]
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *