Protestos do Hamas deixam 60 mortos na Faixa de Gaza

O número total de palestinos mortos em confrontos com o Exército de Israel nesta segunda-feira (14) em Gaza subiu para 60, de acordo com o Ministério da Saúde palestino.

O porta-voz desse ministério no enclave, Ashraf al Qedra, confirmou ainda que foram registrados, além dos mortos, 2.771 feridos, entre eles, 225 menores.

Estados Unidos e Israel acusam o grupo terrorista Hamas, que controla a Faixa de Gaza, como responsável pelas mortes após incitar a violência e instigar palestinos a tentar violar a fronteira israelense.

De acordo com informações da Veja:

Caminhões e ônibus estão em vários pontos de Gaza e outras cidades para buscar os moradores e levá-los às fronteiras com Israel, onde também foram convocadas manifestações para amanhã. Além disso, a partir de alto-falantes, as mesquitas convocam a população para participar e se unir aos protestos, pedindo 1 milhão de pessoas nas ruas.

O Exército israelense está em estado alerta e reforçou o contingente nas imediações da cidade palestina, com aumento no número de soldados de combate, unidades especiais, forças de inteligência e atiradores de elite. O órgão também lançou panfletos de aviões informando que não haverá tolerância com danos no muro de segurança da fronteira.

Renova Mídia fez uma cobertura repleta de vídeos e informações relevantes sobre a onda de violência convocada pelo Hamas em Gaza. Confira a sequência tuíte abaixo.

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *